Espectáculos

um espetáculo absoluto

Junho, 2014

Assim me demito das funções de emigrante para assumir a partir de agora a condição de conquistador. Este feito não é surpreendente nem tenho em conta que o devesse ser. Mostro-me disponível para receber toda e qualquer represália relacionada com este acto. Mas, por ser agora um conquistador, lembro que as perseguições a este meu novo estado de vida podem motivar consequências menos boas a quem me tentar aplicar castigos – seja por defesa à pátria ou por antítese ideológica. Ao longo dos tempos tenho vindo a procurar a melhor forma de resolver todos os nossos problemas e concluo que esta demissão só trará coisas positivas para ambas as partes: o meu sonho e a tua grandiosidade. Por tudo isto, termino a comédia com uma frase dedicada a todos aqueles que outrora foram instruídos por outros conquistadores: bonis nocet qui malis parcit.

 

Criação e Interpretação: Óscar Silva | Pedro Barreiro | Ricardo Silva | Silvana Ivaldi

Operação de Luz e Som: Rodrigo Rodrigues Pereira

Companhia do Feijão, São Paulo – Brasil